Seguidores

Membros do PT, ministros e líder do MST serão homenageados em entrega da Medalha da Inconfidência
















O presidente do MST, João Pedro Stédile será um dos condecorados na cerimônia de 21 de abril

Correligionários do PT têm lugar garantido entre os 141 homenageados na primeira solenidade de entrega da Medalha da Inconfidência comandada pelo partido. Mais enxuta em relação a edições anteriores – ano passado, foram mais de 200 pessoas –, a lista de agraciados veio a público ontem e contempla nomes da equipe da presidente Dilma Rousseff (PT), secretários de estado do governador Fernando Pimentel (PT), além de deputados da base aliada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e na Câmara dos Deputados. O presidente do Movimento dos Sem-Terra (MST), João Pedro Stédile, também será condecorado na cerimônia de 21 de abril, em Ouro Preto, a maior homenagem concedida pelo estado.



Conforme o Estado de Minas publicou ontem, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, será o orador da solenidade e também receberá o Grande Colar, comenda de grau máximo. A lista de homenageados conta com os ministros Carlos Eduardo Gabas, da Previdência Social, e Nelson Henrique Barbosa Filho, do Planejamento, Orçamento e Gestão. Em meio às declarações do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre “pedaladas fiscais” no governo Dilma, o ministro do TCU, Bruno Dantas Nascimento, também virá a Minas para ganhar a medalha.

Entre outros nomes da confiança da presidente, participarão da solenidade o advogado-geral da União (AGU), Luís Inácio Lucena Adams, e o presidente do Banco do Brasil, Alexandre Corrêa Abreu. O primeiro escalão de Pimentel não ficou de fora, com condecorações direcionadas a seis secretários: Macaé Evaristo (Educação), Helvécio Magalhães (Planejamento e Gestão), Odair Cunha (Governo), Fausto Pereira dos Santos (Saúde), Murilo Valadares (Obras), Marco Antônio Rezende Teixeira (Casa Civil).

Ao contrário do ano passado, a cerimônia ocorrerá pela manhã, às 10h, na Praça Tiradentes. O acesso ao público será livre apenas em frente à Escola de Minas. Além de políticos, a solenidade vai premiar também advogados, professores, médicos, empresários, atletas, entre outras personalidades.

A Medalha da Inconfidência é concedida a pessoas e entidades que, na avaliação do governo, contribuíram para o desenvolvimento de Minas e do Brasil. Trata-se da maior homenagem oferecida pelo Estado e conta com quatro graus: Grande Colar, Grande Medalha, Medalha de Honra e Medalha da Inconfidência.