Seguidores

Orçamento público das Olimpíadas de 2016 aumenta para R$ 24,6 Bilhões
















Olimpíadas para quem?
Para quê hospitais, segurança, estradas boas, emprego? Negócio é fazer Olimpíadas para poucos, como foi a Copa da Vergonha do Mundo no Brasil.

E mais, os dados divulgados por Eduardo Paes (PMDB), não correspondem à verdade que já passa de R$ 37 bilhões essa festa toda com o dinheiro do povo.



EFE 
- O orçamento do Plano de Políticas Públicas dos Jogos Olímpicos de 2016 aumentou entre abril do ano passado e abril deste ano, atingindo valor de R$ 24,6 bilhões, admitiu nesta sexta-feira o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.
Ao todo, o orçamento engloba 27 projetos de mobilidade, transformação urbana e outros estimulados pelo evento, que um ano atrás eram estimados em R$ 24,1 bilhões, ou seja R$ 500 milhões a menos do que o atualizado hoje.
De acordo com Paes, que participou de entrevista coletiva com presidente interino da Autoridade Pública Olímpica (APO), Marcelo Pedroso, o aumento se deve a inclusão nos últimos meses do valor de obras já previstas, mas que cuja concessão não tinha sido outorgada.
Faltando 469 dias para o início dos Jogos Olímpicos, 89% destas 27 obras já estão com contratos em execução, com muitas, inclusive, em andamento.
"A gente buscou alternativas que evitassem elefantes brancos. Vamos fazer coisas muito bonitas, muito arrumadas, mas que não serão homenagens ao desperdício de dinheiro público", garantiu Eduardo Paes.
Segundo o prefeito, o aumento no orçamento não chega a ser "significativo", e se insere na política de aproveitamento de estruturas já existentes, reforma de instalações que não se adequam às necessidades olímpicas e de construção apenas do que suponha melhora na qualidade de vida dos habitantes da cidade.
Questionado pela poluição na Baía de Guanabara, onde acontecerão as provas de vela, Marcelo Pedroso afirmou que a região já cumpre "com todos os requisitos internacionais".