Seguidores

Justiça derruba liminar que obrigava governo a prorrogar o Fies

A liminar que obrigava o Governo Federal a prorrogar as inscrições do Fundo de Investimento Estudantil (Fies) foi derrubada nesta terça-feira (12) pelo desembargador Cândido Ribeiro, presidente do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1) da Justiça Federal do Mato Grosso.
O Governo não estava cumprindo a decisão judicial que determinava a reabertura do prazo de inscrições para novos contratos do programa, pois estava à espera do resultado do recurso. O prazo para novos contratos se esgotou no dia 30 de abril, mas, apesar disso, o MEC prorrogou até 29 de maio as inscrições para renovação de contratos vigentes em razão de problemas técnicos enfrentados pelos estudantes quando da adesão ao financiamento estudantil.